20150206192227-lazy

10 Comportamentos que Você Nunca Vê em Pessoas de Sucesso.

Adaptado do artigo original de Steve Tobak: 10 Behaviors You Never See in Successful People

Quando você passa décadas trabalhando com executivos e lideres de negócios, você realmente não pode deixar de observar quais trabalhos funcionam ou não no longo prazo. Uma coisa que tenho notado é que não são as características intrínsecas ou hábitos pessoais que determinam se você é ou não bem sucedido. É seu comportamento.

O que quero dizer com “comportamento” é como você reage sob estresse de longo prazo. Se você cumpre seus compromissos ou não. Como você interage com os outros. Sua atitude com os clientes. Quão duro você está disposto a trabalhar para fazer o trabalho direito. Se você é focado e disciplinado ou disperso e distraído. Esse tipo de coisa.

Agora, eu admito ter conhecido alguns fundadores bastantes disfuncionais e executivos que fizeram bem para eles mesmos por um tempo. Mas, cedo ou tarde, geralmente, quando estão sob pressão e as coisas não estão indo bem, eles apresentam comportamento autodestrutivo, como um tiro no pé. Infelizmente, muitas vezes levam seus negócios para baixo com eles.

Se você quer se tornar uma pessoa de sucesso você talvez queira dar uma boa olhada no espelho e ver se algum dos seguintes comportamentos limitantes de carreira descrevem você.

1 – Ingenuidade: Quanto mais cedo você se tornar realista e cético, melhores serão suas chances de sair na frente. A razão é simples: os ingênuos e tolos não ganham. Aprenda a questionar tudo o que lê e ouve e sempre considere a fonte;

2 – Pânico: Situações de alta pressão são comuns no mundo dos negócios. As coisas quase nunca saem conforme o planejado e, muitas vezes elas dão completamente erradas. Faz parte do serviço. Se você não consegue manter-se calmo em uma crise, você está tipo “ferrado”;

3 – Fanatismo: A paixão é um grande condutor de sucesso, mas quando você cruza a linha do sucesso e se torna soberbo, isso vai trabalhar contra você. Eu vi isso diversas vezes. Isso leva a uma percepção distorcida da realidade, raciocínio falho, e tomada de decisão ruim;

4 – Preguiça: Aqueles que estão destinados a alcançar coisas grandes também conhecem uma verdade fundamental. É preciso trabalho duro a longo prazo. É por isso que eles são sempre tão focados e disciplinados. Muitas pessoas são preguiçosas. Este é o motivo pelo qual a maioria das pessoas não consegue alcançar grandes coisas. Simples assim;

5 – Falta de perseverança: Steve Jobs disse, “O que separa os empreendedores bem sucedidos dos não bem sucedidos é pura perseverança” e, se você não for apaixonado no que faz você não terá sucesso. Muitas pessoas querem sucesso rápido nos dias de hoje. Isso não é o suficiente;

6 – Mostrar seu lado sombrio para o mundo: Quaisquer que sejam os sentimentos que você tenha dificuldade de lidar – ciúme, vergonha, inferioridade, egocentrismo, transferi-los para as pessoas com quem você trabalha e manter o mau humor vai tão somente azedar a sua vida e a de quem está perto de você, e vai acabar com a sua carreira também;

7 – Egoísmo: Se você age como se o mundo girasse em torno de você, é melhor você mudar de rumo. Além disso, a autovalorização exacerbada vai reduzir a sua eficácia. Os negócios não são sobre você, eles são sobre negócios. São sobre a experiência dos seus clientes com os seus produtos. Lembre-se quem serve quem nessa relação;

8 – Viver no passado ou no futuro: Isto é certo, podemos aprender com o passado, mas morar nele é autodestrutivo. Da mesma forma, você pode planejar e sonhar com o futuro, mas se suas ações não forem focadas no presente, você nunca vai concretizar seus planos ou seus sonhos;

9 – Indiferença: Você ouve frequentemente frases como “sempre acaba dando certo”, “está tudo bem” e “não se estresse”, mas raramente você ouvirá isto de pessoas altamente eficazes. Essas pessoas podem ser uma porção de coisas, mas apáticas elas não são;

10 – Hipersensibilidade: Se você tem a pele tão delicada que qualquer crítica o deixa louco e qualquer ninharia o ofende, então vai ter que engrossar esse couro para poder enfrentar o mundo real dos negócios. Há uma boa razão para que os líderes empresariais tenham bastante senso de humor e humildade. Isso é uma espécie de requisito para a atividade. Não se leve tão a sério.

Mais uma coisa. Se este artigo incomoda você o bastante para escrever um comentário indignado, você já tem pelo menos duas ou três questões para desenvolver agora. Assim, mais uma vez, veja o lado positivo. No mínimo, você não está indiferente.

Comentários

comentários